Apresentação

Apresentação

As pesquisas arqueológicas desenvolvidas pela UNICAP foram iniciadas em 1982, a partir do projeto de pesquisas arqueológicas do Município de Brejo da Madre de Deus, elaborado pela professora Jeannette Maria Dias de Lima.
Os trabalhos de campo para a documentação dos sítios de Arte Rupestre, concentraram-se em 1983, nas escavações do Sitio da Furna do Estrago, um abrigo sob-rocha, de 125m² de área coberta de onde foi retirado um total de 83 esqueletos humanos datados de aproximadamente dois mil anos, e materiais diversos de ocupações mais antigas, datadas entre três e onze mil anos, constituídos principalmente de restos da Microfauna Pré-histórica.
Os estudos de Antropologia Biológica revelaram que os esqueletos resgatados são de uma população de indivíduos Braquicéfalos (Cabeças Chatas), de constituição robusta, bem nutridos, com estatura médio-baixa, tendo os homens uma estatura entre 1,57 e 1,63m e as mulheres, entre 1,49 e 1,59m. Essas características aproximam a população Pré-histórica da Furna do Estrago da população nordestina atual de “Cabeça Chata”, revelando que as amostras de esqueletos pertencem a um precedente Pré-histórico do homem nordestino atual. A homogeneidade dessa característica tem sua explicação nos casamentos consangüíneos e na adaptação ao ambiente semi-árido.

Compartilhe